quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Sun Gazing, vivendo de luz.




Reportagem original da Revista Athanor publicada no número 70

Hira Ratan Manek

Viaja pelo mundo sem cobrar pelos seus cursos e conferências. Apenas se paga o bilhete de avião, garante-lhe o alojamento e ele vem comunicar a sua sabedoria, em qualquer lugar onde seja convocado. Nem sequer tem que se preocupar com as suas dietas, já que ele não come.

Passou de ser um empresário preocupado a ser um mestre sem discípulos, um sereno e tenaz transmissor de uma técnica singela baseada no olhar ao Sol, cujos protocolos estabeleceu ele mesmo. Trata-se do Sun Gazing.

Siga lendo aqui a matéria completa com a entrevista
ou leia abaixo alguns trechos extraídos dela.


“Na nossa cultura ensinaram-nos a temer o Sol e a esconder-nos dele, quando na realidade toda a nossa vida depende do Sol. Afinal você mesmo, como os vegetais, poderá incorporar directamente a energia do Sol.”

“No final dos três primeiros meses, que correspondem a 15 minutos olhando o Sol, a pessoa consegue uma saúde mental perfeita. Isso é anterior a qualquer cura do corpo e a qualquer caminho espiritual.”

“Que o sol seja perigoso ou não depende da incidência dos raios ultravioleta. Se o índice é inferior a 2, não pode haver nenhum problema. A primeira hora posterior ao nascer do Sol e a hora anterior ao ocaso são horas seguras.”

“Antes se acreditava que os neurônios não se podiam regenerar-se, mas o resultado de centenas de análises aplicadas a pessoas que olham o Sol, obrigou à revisão destas conclusões. Com o Sun Gazing os neurónios se multiplicam, se fortalecem, se regeneram.”

“A doença é medo. Acontece que não temos fé em Deus. Não nos rendemos a Deus, e por isso surge o medo. Se a luz entra no cérebro, os medos desaparecem. Quem se torna forte interiormente, já não tem medo de adoecer ou morrer.”

“Usufrua do calor do sol, evitando as horas mais fortes de radiação solar. Desta maneira a insulina se equilbra (adeus diabetes) e as células cancerígenas rejuvenescem. Os banhos de sol constituem a quimioterapia natural.”

“Com o Sun Gazing, pouco a pouco, vão conseguindo um estado de meditação natural ao longo do dia. Esta meditação integra-se de maneira natural com as vossas actividades quotidianas.”

“Aos seis meses de prática, todas as células do corpo começam a armazenar energia do Sol. Decorridos nove meses a fome pode desaparecer para sempre. […] Creio que é o momento oportuno para dar a conhecer o Sun Gazing: a comida está encarecendo, as comodidades estão a ser limitadas…

Nos veremos obrigados a comer menos.”

“Depois dos nove meses só precisarão seguir uma manutenção: durante um ano, deverão olhar diariamente o Sol durante quinze minutos ou andar descalços, descalças sobre terra seca, morna, durante 45 minutos diários.”

“Com o Sun Gazing podem-se desenvolver quase todas as capacidades psíquicas. Mas não me agrada colocar a ênfase aí, pois podemos perder de vista o objectivo fundamental, que é a saúde integral.”

“A ingestão de água energizada, activada pelo sol, constitui um aspecto interessante, que pode ser aplicado desde o princípio, por ser muito benéfico.”

http://arautodofuturo.wordpress.com/2009/09/16/sun-gazing/

Nenhum comentário: